Canto da Sereia


O bar mais triste do mundo é o Canto da Sereia. Numa praia muito triste do sul da Bahia, a meio caminho de nada e lugar algum, escora-se um barracão de madeira com quatro grandes janelas retangulares. Na frente tem uma varanda coberta com piso de cimento. Sempre há um cachorro por perto, que ninguém nunca alimenta.

O bar Canto da Sereia não vende nada. Há algumas marcas de cerveja ruim, sempre mornas. Não há o que comer, além de uns pacotes de salgadinhos cobertos de uma poeira grudenta. Ninguém sabe quem os pôs lá.

O Agenor viu o nome “Canto da Sereia” na capa de um disco de vinil. Gostou e batizou o bar, mas é muito pouco apropriado. Porque o bar Canto da Sereia não ilude, entrega exatamente o que promete: nada. Não há ilusões, nem falsas expectativas.

No Canto da Sereia não há conversa sobre futebol, nem velhos que jogam baralho. Nunca se viu por ali um garçom que desse conselhos a amantes desiludidos, ou um casal que conversasse de mãos entrelaçadas. Nunca sediou uma comemoração, baile ou festa.

As mesas e cadeiras são de madeira velha, mas não trazem nenhum aconchego. São cheias de farpas e nas frestas acumula-se a areia áspera. Ninguém as limpa. Ninguém reclama.

Uma vez por semana passam por lá dois vendedores. Um traz sorvete, o outro, camarões secos. É tudo muito ruim. Ninguém compra. Eles sentam-se na beirada do alpendre, com os pés na areia. Abanam-se com os chapéus, porque naquele lugar não chega o vento. De vez em quando um deles se vira pro Agenor e pede uma cachaça.
Não tem.

O Agenor está ali há muito tempo. Poderia dizer que aquilo era muito diferente quando chegou, mas seria mentira. Tudo que mudou por ali foi que caiu um dos dois coqueiros que ladeavam o bar.

De vez em quando o Agenor sai do bar, e vai até a areia. Olha em volta, até onde a vista alcança, para um lado e outro. Não vê ninguém. Passa a mão pelos cabelos, olha pro céu e diz um nome de mulher. Abana a cabeça e vai de volta lá pra dentro.

 

 

Curta o blog no Facebook: http://www.facebook.com/casoscronicos
Twitter: @casoscronicos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s